Na vida de um empreendedor, a palavra “falhar” faz parte do seu dia a dia. É com o falhanço, o insucesso, as dificuldades e os imprevistos que faz com que todos nós, melhoremos e evoluímos a nível profissional e nos nossos investimentos.

O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo – Winston Churchill

Um negócio online ou um ecommerce tem a mesma ou a maior probabilidade de falhar em relação a um negócio normal. Embora falhar custe, esta é uma situação normal no negócio dos ecommerce. E quem acha que aqueles que sucesso, nunca falhou, desengane-se! Estes falharam, arriscaram, melhoraram, aprenderam e levaram o seu ecommerce e o seu negócio ao auge!

A evolução do e-commerce
Fonte: ecommerce-nation

Causas para o insucesso de uma loja online

As causas para o insucesso de uma loja online podem ser variados, de acordo com o negócio. Preço, Comunicação, falta de divulgação, público-alvo, baixa confiança do consumidor no projeto são alguns dos exemplos das causas do insucesso. Tal como referido anteriormente, falhar nunca é fácil, mas quando se tem sucesso, a experiência dita que irá valorizar esse momento e saberá que o insucesso, as dificuldades e os imprevistos serão algumas causas do sucesso!

Os 8 F´s do Insucesso

Um negócio online regista em média 60% de lojas que fecham antes de completar um ano de vida. Porque é que isso acontece e como evitar?

Para isso, existe os 8 F´s do Insucesso:
1 – Falta de Planeamento: É impossível ambicionar o sucesso sem um planeamento prévio. A ferramenta mais importante nesse planeamento é o “plano de negócio”, que deve responder às seguintes questões: O que vou vender? Quem vai montar a minha loja? Quem é o meu concorrente? Quanto vou investir para iniciar o negócio?

2 – Foco no Mercado: Evite vender tudo! A internet é um mercado totalmente diferente de uma loja física e o público é infinitamente maior. É fundamental que o negócio seja especializado em um segmento específico. Na internet, uma pequena fatia de mercado representa milhões de consumidores, basta ter “foco”.

3 – Falta de conhecimento de marketing: Não basta conhecer a internet, é importante conhecer minimamente o negócio do e-commerce e as respetivas ferramentas: marketing digital, ferramentas de otimização e monitoramento de tráfego.

4 – Falha na divulgação: Uma loja online sem divulgação resulta em que ninguém consegue ver e portanto ninguém irá comprar. Aqui entra o plano de marketing e de comunicação;

5 – Falta de Planeamento Logístico: Um assunto muito delicado que acaba com desconfortos e problemas jurídicos entre a loja e o consumidor. Fazer um planeamento detalhado do sistema de logística é fundamental para responder a todas as necessidades e problemas que possa surgir;

Negócios E-commerce
Fonte: Businesslive

6 – Fraude: A fraude, principalmente na venda com cartões de crédito, poderá acarretar um grande prejuízo ao negócio online. O uso de portais especializados em pagamentos com sistema antifraude, conferem uma grande segurança nas transações e na segurança do negócio;

7- Falta de Controlo de dados: Muitas lojas acabam por falhar, pois o gestor não consegue ou não sabe visualizar o que está a ocorer em termos de análise de visitantes, resultados de campanhas e do marketing. Acabam por tomar decisões baseadas em suposições e sendo assim, acabam por falhar em decisões importantes;

8- Falha no Atendimento: Muito se fala no atendimento online mas o cliente é real e necessita de atendimento; precisa de saber exatamente o que está a acontecer com o seu pedido de compra e a plataforma de ecommerce precisa de ter um bom canal de comunicação com o cliente e transmitir a este credibilidade.

Como construir uma campanha para o negócio online?

Não existe fórmulas que garantem sucesso a 100%, mas algumas ajudam a estar mais próximo de ter bons resultados.
Para isso, é importante definir um plano estratégico de marketing digital?

1 – Quando se inicia uma campanha, é fundamental identificar os objetivos, a segmentação, posicionamento e o marketing mix..
Nos objetivos, é fundamental perceber qual o que o gestor pretende alcançar com a campanha, sendo que os objetivos de marketing digital devem estar integrados com os objetivos gerais da marca.
Na estratégia, a campanha de marketing digital deve concentrar esforços no segmento, percebendo o comportamento do público-alvo e o perfil digital.
Por último, é fundamental especificar o produto ou serviço, permitindo escolher o canal digital e o tipo de conteúdo mais adequado.

2 – Qual o Público-alvo da campanha?
Na maioria dos casos, as campanhas de marketing digital são segmentadas a um determinado perfil, as chemadas “personas”.
Contudo, em muitas situações, não existe a “conversão da lead”. A campanha deve ser persuasiva, apostando na qualidade e beneficio do produto, aumentando a percepção de valor e consequentemente, a compra final.

3) Qual a expectativa do público online?
A expectativa começa pelo interesse do potencial consumidor pela marca, pela qualidade associada e a percepção de valor, passa pela expectativa de comprar algo melhor em relação aos concorrentes e a satisfação final pela compra.
Durante a campanha, é fundamental gerir as expectativas, através da mensagem e da proposta de valor – promessa feita para garantir a melhor qualidade em ofertas semelhantes no mercado.

4) O cliente sente-se valorizado?
O consumidor online gosta de pesquisar, conhecer o produto e opiniões de terceiros, e depois da compra, gosta de exprimir a sua opinião; e os canais online reforçam esta ideia, pela simplicidade do processo e do alcance da mensagem.
Após a compra, é recomendável responder a dúvidas, opiniões e críticas no social media, comunicar com o cliente através de estratégias de email marketing, pedir a opinião através de inquéritos, oferecer conteúdo relacional nas redes sociais e blogues e apresentar promoções e novidades para o cliente.

5) Como controlar os KPIs?
Os indicadores-chave de desempenho (KPIs) ajudam a entender o que está a funcionar bem e o que precisa de ser melhorado.
KPI`s como o número de visitas e quantidade de leads geradas pelo site são alguns exemplos. Estes indicadores ajudam a analisar o ROI –Retorno Sobre o Investimento em Marketing, que é diferença entre a taxa de cliques e a taxa de conversão da página, permitindo assim analisar e melhorar a campanha de marketing digital.

10 fatores chave de sucesso no e-commerce
Fonte: shoppub.com.br

Quais os benefícios de falhar no negócio online?

Embora seja uma questão complicada de responder, todos conhecemos exemplos de marcas, lojas e pessoas que falharam e lutaram para obter sucesso. Tenha sempre a consciência que falhar ou um negócio correr menos bem, não significa que não tem jeito para o negócio, mas interprete como uma mensagem que não deve seguir por esse caminho e que deve mudar algo no seu negócio até chegar ao que deseja.
Em suma, nunca deve desistir dos seus sonhos e nunca esquecer que o ecommerce ainda tem muito para explorar!

 

Fontes:

Ferramenta do Sebrae analisa fatores para sucesso no e-commerce


https://www.businesslive.co.za/redzone/news-insights/2017-01-26-a-south-african-model-for-e-commerce/

The Evolution of E-Commerce, where to next?